SINDUTF-PR lança nota de protesto contra presidente da Fundação Cultural Palmares


A diretoria da Seção Sindical dos Docentes da UTFPR lançou nesta sexta-feira, dia 5 de junho, uma nota de protesto contra as declarações do atual presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio de Camargo. O documento afirma que as manifestações do servidor indicado pelo governo de Jair Bolsonaro “desqualificam diretamente os membros dos diversos movimentos negros existentes no país”.

Lei a nota completa abaixo:

NOTA DE PROTESTO

Os docentes que compõem a Diretoria Geral da Seção Sindical da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, SINDUTF-PR, protestam contra a pessoa de Sérgio de Camargo, atual Presidente da Fundação Cultural Palmares, pelo exercício completamente inaceitável e desprezível de suas atribuições. O respectivo agente público insiste em desmerecer a história do antirracismo no Brasil em suas mais variadas manifestações, seu símbolo maior na figura de Zumbi dos Palmares, a data do 20 de Novembro que enaltece a luta de negros e negras no país, bem como desqualifica diretamente os membros dos diversos movimentos negros existentes no país. Dessa forma, pleiteamos a revogação da portaria que o nomeou e também pontuamos a necessidade de respectiva punição ao cometer desvio de função numa instituição que tem por objetivo a preservação dos valores culturais, históricos e sociais da população negra oriundos da ancestralidade africana.   

Diretoria da SINDUTF-PR

Curitiba, 5 de junho de 2020.

Acesso o documento em pdf cliando no link abaixo: