SINDUTF-PR lança nota de solidariedade em defesa de docente da Unioeste que foi alvo de ataques virtuais


A Seção Sindical dos Docentes da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (SINDUTF-PR) lançou uma nota de solidariedade em defesa da professora Liliam Faria Porto Borges, presidente do Sindicato dos Docentes da Unioeste, a Adunioeste. A docente foi alvo de ataques virtuais na semana passada por lançar uma campanha em defesa dos servidores e do serviço público.

Leia a nota completa abaixo:

Nota de solidariedade

 A Seção Sindical dos Docentes da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (SINDUTF-PR) vem pela presente nota se SOLIDARIZAR com a Professora Liliam Faria Porto Borges, presidente da Adunioeste –  Sindicato dos Docentes da Unioeste – Seção Sindical do Andes – SN, a qual sofreu ataques virtuais ao lançar campanha sindical em defesa dos serviços e servidores públicos, bem como das universidades públicas ao se coadunarem com as medidas de isolamento social e com questões técnico-científicas que visam o combate ao Covid-19.

Da mesma forma que a Professora Liliam Faria Porto Borges e a mencionada entidade sindical, a Sindutf-PR ressalta a necessidade de valorização de servidores e servidoras, das Universidades Públicas e dos respectivos serviços uma vez que estes entes estão agindo em conformidade às resoluções técnico-científicas apontadas também pela OMS (Organização Mundial de Saúde). 

Assim, munidos do mais sincero dever de defesa pela vida e de salvaguarda dos dispositivos basilares da Ciência, repudiamos toda forma de calúnia e apoiamos a Professora Liliam e a Adunioeste.    

Acesso o texto também em pdf no link abaixo: